Me, myself and Pop will eat itself

archives


Tuesday, July 30, 2002

 
[she said she said]

Duas coisinhas:

Ei, alguém aí sabe o nome daquele livrão preto que é a biografia do Paul McCartney? Eu gostaria MUITO de saber.
E, Carmela: o nome do ator aquele que eu e tu queríamos saber ontem (aquele meninoto do clipe do Joey Ramone) é Michael Pitt. E, sim, tu realmente já conhecia ele: o moçoilo participou de vários episódios do Dawson's.
E, sim, o site que você me mandou a url é realmente horroroso. Que bom que a gente começou a trocar urls bizarras de novo. Mas não há nada que pague as notinhas que ficam lá escondidas atrás do compacto de "To be free". Poucas coisas superam isso.
;-)
posted by manu 1:34 PM

 
[love me until you hate me enough]

Ainda estou na vibe do final de semana. O mundo vai cair, uma bela tempestade se anuncia em Porto Alegre e eu penso em quem eu gostaria que segurasse um espeto na chuva. Ninguém. Boazinha demais, sempre soube disso. Mas é que hoje as coisas estão felizes: tempestade iminente, a jô vai se tatuar, estou feliz por me sentir feliz nessa cidade de novo. Esse lance de hiatus nunca foi a minha, sou muito ansiosa.
E agora voltei de vez. Pessoal de POA, me agüente, serão longas semanas ininterruptas aqui, vida real é tudo o que há. Meu vizinho comprou o "Revolver", amanhã vou ao cinema na Casa de Cultura (quanto tempo), e já tô vendo qual vai ser minha vontade logo mais: não vou aparecer na aula nem que me paguem. Vai chover, eu tenho que passar na locadora - devolver "Os amantes do círculo polar", aquele filme muito bonito - e minha casa precisa de uma faxina. Anyway, qualquer desculpa é desculpa para não aparecer na aula.
Meninas que agradeceram aos links: you're welcome. Era verdade, mesmo, vocês são realmente inteligentes e legais. Enfim, pago pau and i'm proud. A Jô pediu para não ser linkada, então não o fiz.
Ontem o Charles deu a letra: gosta de uma música do Charlie Brown Jr. E vocês? Quais as suas idiossincrassias musicais?

posted by manu 1:04 PM


Friday, July 26, 2002

 
Acordei com muito senso de humor hoje. Aliás, os sensos que não possuo são o de ridículo e o de 'quando parar de responder e-mails?'. Por mim, eu ficava num re:re:re: interminável. Minhas tentativas de parar de responder foram um desastre, porque as pessoas ficam putas. Geralmente eu paro cedo demais.
Mas voltando ao senso de humor. Li lá no Cubo Bege:

A MAGRELA MAIS FOFA
Karen Carpenter era anoréxica, perturbada, apaixonada pelo irmão e tocava bateria.
Acho bonito quem canta e toca bateria. Menos o ridículo do Phil Collins, claro.
Se alguém me oferecer um emprego deste eu aceito na hora.
Gosto muito de KC. Ai credo, vi uma sombra aqui pensei que fosse ela.
Acho que é porque ouvi dezoito vezes Close to You no repeat.
Um beijo, Karen. Onde quer que você esteja, se alimente direitinho.


Segue a procura pelo post perfeito. Se bem que o Granado anda se puxando. Bem-vindo ao clube dos tios-alvos-dos-modernos, que usam camiseta e calça jeans e escutam Beatles e Rolling Stones nas tardes de domingo.
;-)
posted by manu 9:02 AM

 
[army of me]

"E não é que um juíz concedeu ao maníaco do shopping o direito de TERMINAR A FACULDADE DE MEDICINA? A bonita vai sair todo dia da cadeia escoltada até alguma Unip da vida. E quem vai pagar por isso?"

O Adriano ainda me faz rir dessa situação.
posted by manu 8:50 AM

 
[i've seen the future, brother... it is murder]

Para começar bem o dia, blogs de meninas inteligentes:

Grazi
Viv's
Maria
Cams
Irina
Heleninha
Dani
Anne
Mari
Thais
Ciça
Cecils
Sylvie
Keks
Bruna
Lolla

Acho que tem bastante entretenimento pra hoje ali em riba, né?

Bom finde, pra quem é de finde. Semana que vem começa tudo de novo, quero muito ver pessoas amadas (Gus, Charles, Diego: preparem-se para ser abraçados-de-urso, estou seca de saudades).
posted by manu 7:42 AM


Thursday, July 25, 2002

 
[um link, pra não perder o hábito]

Este guri falando do War, o jogo mais afu da minha infância.

Eu sou tão cuzona que só ia jogar War com meus amiguinhos porque era apaixonada pelo irmão mais novo do dono do tabuleiro. Hshshs. Jô, monta logo teu blog, daí essa rapeizo que me visita todo o dia vai saber o que é the real thing. Sério, sério.
posted by manu 4:29 PM

 
[quiet is the new loud]

Eu já comentei com vocês que sou muito boa em recomeços?
Eu sou.
E também sei ser sincera em e-mails. Trecho de "itens enviados" de hoje.

"Ontem à noite dormi ao som do Unplugged e aquelas letras sinistras. Não estou bem, e muito disso tem a ver com meu emprego furreba onde ganho pouco para fazer o que não gosto. Estou te contando isso pra pedir: não entra nessa de assessoria, de marketing, João. Não seja outro nome nessa galeria estúpida de gente que, como eu, ama música e trabalha em empregos burocráticos. Faça esse favor pra ti: aproveita o último semestre. Eu tô entrando no penúltimo, morrendo de medo, sabe como é, "what do you gonna do with your life?".
(...)
Vou me trancar em casa com meus pés gelados e continuar sem arrumar a cama de manhã cedo. Hoje à noite, por exemplo. Meu itinerário: pedir uma pizza, assistir mtv latina e ouvir R.E.M. É contagioso, meu amigo. Outra coisa que finalmente me pegou foi teu Idlewild. Estou com o "hope is important" e o "100 Broken Windows" em casa, a Carmela me emprestou finde passado. São ótimos, ótimos mesmo, queria muito achar as letras deles (tenho cd-r)."

Falando sério. Idlewild é muito bom, muito bom mesmo. Nada a ver com bandas de guris com cara de xujos, é um som maravilhoso. Ouçam. E, se possível, COMENTEM, estou com saudades de feedback.

Pra calar a boca:

My Funny Valentine

My funny valentine, sweet comic valentine
You make me smile with my heart
Your looks are laughable, unphotographable
But you're my favourite work of art
Is your figure less than Greek?
Is your mouth a little weak?
When you open it to speak
Are you smart?
Don't change a hair for me
Not if you care for me
Stay little valentine, stay
Each day is Valentine's day

posted by manu 4:17 PM

 
[i got a box full of letters]

Eu não entendo os caras da minha idade. Juro. Não é preconceito, nem implicância, é fato: salvo raríssimas exceções, eu não me dou bem com meninos circa 22.
A maior prova disso é que meus melhores amigos são mais velhos, e os caras com quem me envolvo emocionalmente, mais novos. E essa SEMPRE foi a regra da minha vida, não importando a minha idade. Weird.

Eu preciso de discos novos, nem muitos, mas os certos. Queria o "Revolver", dos Beatles. E o terceiro do Led. E o primeiro solo do Syd Barret. "The Idiot", do Iggy, alguma coletânea do Leonard Cohen, Nick Drake. Estou muito afins de ouvir coisas importantes. Enquanto estes não chegam, me contento com meus velhos discos. Para salvar o dia, "In it for the money", Supergrass e a trilha sonora de Forrest Gump. Ah, "Everybody's talkin'", coisa mais linda...

(Ei, Carlos Bêla, responda meu e-mail, hombre!)

posted by manu 1:39 PM


Wednesday, July 24, 2002

 
Acordes retumbantes salvam almas.
posted by manu 4:02 PM

 
[lembre-se: as coisas legais da vida]

Hey, That's No Way To Say Goodbye

I loved you in the morning, our kisses deep and warm,
your hair upon the pillow like a sleepy golden storm,
yes, many loved before us, I know that we are not new,
in city and in forest they smiled like me and you,
but now it's come to distances and both of us must try,
your eyes are soft with sorrow,
Hey, that's no way to say goodbye.
I'm not looking for another as I wander in my time,
walk me to the corner, our steps will always rhyme
you know my love goes with you as your love stays with me,
it's just the way it changes, like the shoreline and the sea,
but let's not talk of love or chains and things we can't untie,
your eyes are soft with sorrow,
Hey, that's no way to say goodbye.

I loved you in the morning, our kisses deep and warm,
your hair upon the pillow like a sleepy golden storm,
yes many loved before us, I know that we are not new,
in city and in forest they smiled like me and you,
but let's not talk of love or chains and things we can't untie,
your eyes are soft with sorrow,
Hey, that's no way to say goodbye.

posted by manu 3:55 PM

 
[jesus wrote me a blank check but i want money]

Agora já posso contar o real motivo de toda a minha tristeza.

Achei que tinha me superado no módulo posts_deprê ontem, mas o de hoje vai ser muito mais trash. Tudo foi causado por uma singela informação:

Bon Jovi vai lançar seu próximo disco no meu aniversário.

Viram como 2002 não está sendo um ano ruim?

(meu humor mutley strikes back)
posted by manu 3:54 PM


Monday, July 22, 2002

 
[i'm a dreamin' man, that's my problem]

Foram tantas linhas nos últimos anos que eu nem sei aonde todas estão. Uma coisa é certa: todas estão perdidas, talvez sempre tenham estado.
É chato ficar reclamando que estou cansada. Todo mundo está cansado o tempo todo. Tenho vivido, há muito tempo, o começo do resto da minha vida, e não sei se gosto do que vejo.
O mais chato é que, ultimamente, a coisa virou tão patética que ninguém mais escuta, ninguém mais quer escutar. Os caras de ontem à noite, as pessoas que desistem conforme arrumam alguém com as minhas sacadas espirituosas e tristes de outrora, as canções das bandas de garagem que doem de tão boas. As pessoas simplesmente passam, dão um tapinha ‘companheiro’ nas costas e era isso. Queria envolvimento. Convivência. Empatia.
O fato é que, sim, me sinto sozinha e cansada de ganhar abraços frouxos, de ganhar desgraças que me envergonham, de ler livros que são insossos e as pessoas consideram tudo na vida só porque falam de detalhes. A mesquinharia deveria ser abolida, e essa não foi uma lição fácil de aprender.
E que fique decretado: a única coisa com a qual eu não sei lidar é a mentira. O que eu construí em todo esse tempo? O que me fez mais feliz? Quem está do meu lado? Boas perguntas, que pedem por respostas.

Open up your eyes
See how life time flies
Open up and let the light back in


Vocês-sabem-quem. Preciso de vocês. E não em comments.
posted by manu 8:11 PM

 
[Undelivered Mail Returned to Sender]

Desculpa. Não deu tempo. Mas tenho coisas pra contar, amanhã volto.
posted by manu 11:47 AM


Thursday, July 18, 2002

 
[I know what you doin']

Pra quem acredita em caras como ele.
posted by manu 2:24 PM

 
[Mm's de chocolate]

Fofura da fofolândia: o André escreveu um "primeiro parágrafo" com minha frase.

;-)))
posted by manu 12:15 PM


Wednesday, July 17, 2002

 

Comovi.

posted by manu 5:19 PM

 
Roubado da Biscoita:

Outra palavra que queríamos em nossa língua...

esprit de l'escalier - do Francês, significa literalmente "espírito da escadaria". Designa aquela resposta esperta que só nos vem à mente quando o momento certo já passou. Só depois que nos afastamos com o rabo entre as pernas é que nos ocorre aquilo que poderíamos ter dito e que liquidaria a discussão; é tarde demais, porque já estamos "nas escadarias".
posted by manu 4:33 PM

 
[All the truth in the world adds up to one big lie]

Quer um site muito tri pra futricar??

Aqui, véi.
posted by manu 4:19 PM

 
[I never meant to cause you trouble]

Texto legal lá no Pitchfork: How to Survive Without Audiogalaxy:
A Guide to File-Sharing Alternatives. Gostei da parte sobre a rapeizo do Soulseek, que não tá curtindo muito a migração. Whatever.
posted by manu 4:09 PM

 


What Porn Starlet are you? Take the quiz @ 5tarla.net


Como diria minha irmã: "mas áááááááá!!!". Teste afu.
posted by manu 3:51 PM

 
[indeed]

Ei, alguém ouviu/viu a versão da Britney pra "I love rock and roll"? Hein?

Sério, meus tempos de riot grrrrl já foram (nem sei se existiram, but,..) mas preciso comentar que aquela cover é muuuuito constrangedora! Aquelas guitarrinhas distorcidas à la disco da Xuxa, e entra aquela voziiiinha de baladeira pop pra cantar o que a Joan Jett cantava! Ora, façameofavor, se eu fosse a Britney, nunca mais sairia de casa depois dessa.

"Hello Daddy, hello Mom I'm your chchchchchchchch cherry bomb"
posted by manu 3:46 PM

 
[Ain't it crazy]

Tenho sérios problemas em lidar com forno. Acho que é porque pertenço à geração botões, sei lá. Eu SEMPRE me queimo quando uso o forno. Assim, só pra dizer.

E ganha um prêmio quem achar todos os erros do cripe da Kelly Osbourne.

E tô ouvindo AC/DC, não me peçam para fazer sentido. Sozinha, sozinha, colégio sem nenhum aluno é um saco. (ei, gus, sabe aqueles eucaliptos gigantes perto da escadaria que leva pro Campo 1? já eram. todos eles.) Aliás, essa é a única coisa que lembra o job da Unisinos: recesso é época de reformas. Sabe como é, você tira as luzes do Times Square e o que sobra? Nada.
posted by manu 3:41 PM


Tuesday, July 16, 2002

 

"And in the end, the love you take is equal to the love you make."- The Beatles

E essa.. Vai para todos nós.
posted by manu 4:57 PM

 
[okay]

"Emagreci treze quilos, aprendi a tocar (bem) trompete, minha pele está muito mais limpa, meu nariz nunca mais sangrou, meu cabelo está mais sedoso, minha casa está sempre brilhando, meu trabalho me dá cada vez mais satisfação, as pessoas passaram a me tratar com mais respeito, as que já me respeitavam agora me admiram ainda mais, meu saldo bancário está sempre positivo, compus uma canção de sucesso que irá me garantir renda fácil até o dia da minha morte, minha família passou a me ver como um exemplo, meus amigos não vivem mais sem minhas orientações, meus ex-inimigos hoje cozinham pra mim, os pelos do meu dedão do pé sumiram, meu pinto cresceu, os cachorros do vizinho me saúdam alegremente quando ando pela calçada, carros me cortejam em meio ao trânsito caótico e minha vida enfim, resolveu me proporcionar tudo que sempre mereci".

Mas que pouca-vergonha.
posted by manu 4:31 PM

 
[i'd like to go where all the strange ones go]

"I might have an extra ticket to The Vines tomorrow at CBGB's. Drop a line if you're interested. You'll have to come in with me to the show because it's Will Call".

Ai, ai. Essa menina é a pessoa certa, na época certa, e tem um site legal e fotos legais e provavelmente o cabelo certo.

Grunf.
posted by manu 3:36 PM

 
I am a man of constant sorrooooooooooow.
posted by manu 2:47 PM

 
[It's easy to see only white where colors should be]

Muitas novidades boas: noite de sono decente, Douglas me pedindo opinião sobre música (saudades disso), amigas dormindo lá em casa. O itinerário básico: pizza, desviar dos ladrões do centro, assistir tevê até tarde e roer umas bolachas salgadas antes de sair de casa, de manhã cedo.
O Benvenutti está de blog. Acho que vou abrir uma padaria.
O site do spectorama tá no ar (e eu vi antes de todo mundo, lálálá). Sou suspeita para emitir opiniões.
(Ei, alguém viu o último Saturday night live? Queria muito ter visto, agora só me resta saber como foi).

* Stealing from the thieves:

"Os punks trazem uma receita de aparência ingênua, mas tem sentido. Se tudo está errado por aí e nós estamos mais ou menos convencidos disso - uma postura punk, descrentes dos métodos e processos consagrados para nos salvar do abismo tem razão de ser. Os garotos dizem as coisas com franqueza selvagem. A arte dele não é mozartiana ou se quer diamantina, mas tem função, explica-se pelas circunstâncias".

(Carlos Drumond de Andrade, 14/03/83, Jornal do Brasil)
posted by manu 1:09 PM


Monday, July 15, 2002

 
Rock and roll é música de branco que vai pra casa sem comer ninguém.

Acho que é do Bono, a frase. Não lembro.
posted by manu 10:03 AM

 
Eu acredito em fitas K7.
posted by manu 10:00 AM

 
[she's so strange]

Começo a semana com mil perdões. Mil perdões para a pessoa errada na hora errada. Mil perdões ao meu vestido novo maravijoso, que ainda não conhece a rua. Mil perdões para a minha vida, que precisa ser polida e arejada e eu não estou sendo uma boa menina comigo mesma. Eu sei.
Ao menos eu tenho a tarde de folga. Meu computador pessoal (hohoho) está na manutenção. Tenho uma pia forrada de louça pra lavar. Comi uma sobremesa atômica que me fez ficar mal do estômago até agora. Tenho que abraçar o Di e responder ao Gus. Mas é que hoje é dia de ficar triste, porque eu perdi TODOS os meus e-mails. Todinhos. Nem vou comentar, senão eu choro. Sério, que bosta. E por isso não estou respondendo ninguém, porque meu único assunto por e-mail é este: eu perdi todos os teus e-mails (inevitavelmente eu entro numa crise nostálgica de "lembra aquela tua quote blablabla...".
E estou de regime de Sgt. Pepper's. Deixem-me. É porque não consigo desgrudar meu ouvido dessa porra de disco há várias semanas. Várias semanas, não, porque o disco ficou lá na província. Mas fazem, pelo menos, cinco finais de semana que só escuto ele over and over again.

(A segunda etapa das mortes dos blogs do João: a temida página em branco. Sexta-feira coloco teu cd no correio, ok?)

Ps. Alguém quer fazer o favor de me apresentar ao The Stranglers? Grata.
posted by manu 9:28 AM


Thursday, July 11, 2002

 
[23 years dedicated to the rock and roll service]

Escuta aqui:

I am the girl you know can look you in the eye.
posted by manu 4:06 PM

 
[uh uh i look just like buddy holly]

Girlie talk inevitável > Estou começando a achar que, apesar das minhas paranóias, não engordei ao parar de fumar (e entramos oficialmente na minha quarta semana sem nicotina no sangue, uhu).

"Mas eu jurei que tu tinha me dito que a-do-ra-va 'Olhai os lírios do campo'. Ou será que era o teu primeiro namorado?".

ho ho ho. Yeah, Svengali, obrigado. O pó te deixa esperto de verdade, hein?
posted by manu 3:05 PM

 
[Polly said her back hurts]

Perdão pela repetição de histórias, Jô e Maria. Mas é o seguinte, resto do mundo: ontem o ex da Nine me ligou. A Nine, que é uma das minhas amigas que faz parte da novíssima lista de apaixonados. Sim, eu disse "novíssima" - o cara que me ligou já era. Enfim, eu só tinha conversado com ele duas vezes nessa vida, não sei como ele conseguiu meu telefone. Mas conseguiu e ligou. Ainda quando a casa estava recheada de meninas sorridentes, e a sala de luzes acesas e alguma música alta de trilha sonora.
E o guri tremendo de frio, ligando de orelhão público. Chorando em público, o que é pior. Confessando coisas que, aposto, não confessou para ninguém nunca. E eu só tinha falado duas vezes com ele. Falaremos de novo em breve.
Sei lá, foi horrível lembrar como é levar um pé. Não conseguia dormir. E o que mais doeu é que acho que não sou mais capaz de fazer essas coisas.
Dormi bem quentinha, não preciso comentar.
posted by manu 1:19 PM


Wednesday, July 10, 2002

 
[somebody told me "i know where to go"]

Diego, adoro quando tu liga no meio de uma reunião chata e fica gritando as tuas poesias ensandecido, e eu te pedindo "Di, MAKE SOME SENSE!". Tu vai lá em casa, hoje, né?

E o Samuel, além de meu ermão, virou profeta. Encontrei um texto assustadoramente nostradâmico num site antigo do Tijolão, escrito por ele há três, quatro anos atrás. Vale a pena:

"Manuela Martini Colla , portadora do RG de número 13131313, teve sua prisão decretada após a confirmação de seu envolvimento com literatos da alta cultura pop, reconhecidos por algumas vítimas como participantes do 'Comitê Revolucionário Kurt Cobain Não Era Treze'. O convívio com tais meliantes fez com que ela adquirisse alguns hábitos nocivos à sua convivência em sociedade, dentre os quais o interesse pela yoga tântrica e a mania de se tatuar.
Desde o dia em que teve sua prisão decretada até o presente momento, ainda não retirou o sorriso por ela definido como "simpático" do rosto (como pode ser verificado em foto anexa ao B.O).
Encontra-se detida na Penitenciária Vinícola de Nova Prata, onde tem desenvolvido com afinco as atribuições mais cotidianas, como o manuseio de pedras semi-preciosas e a técnica avançada de beliscar paredes.
Segundo o psiquiatra coordenador da Detenção, ela somente voltará ao convívio social após cumprir a pena de 2 anos em regime de geladeira com porta semi-aberta durante a noite.
Ela aceita visitas e deseja receber garrafas de vinho para espantar a solidão da vida pós-moderna nesse endereço (ps: mandar uma garrafa a mais para o carcereiro liberar): manu@tijolao.cjb.net."

Não lembrava de ter lido algum texto com tantas piadas internas desde o fim do COL. Carácoles, sou eu ali em cima.

posted by manu 11:57 AM

 
[sell me down the river]

Bom dia, folks.

Várias coisas. Darkroom 6 de róque. Campanha para que a Jô faça um blog. Assistir Betty, a Feia. Formatar o HD na sexta-feira. Não tenho outra alternativa senão atrasar os e-mails que estou devendo. Desejem-me sorte, semana que vem eu volto ao mundo virtual.

Sdt: Stone Temple Pilots, "Purple".
posted by manu 9:28 AM


Tuesday, July 09, 2002

 
[Pop will eat myself]

Estou devendo dezenas de links, né?

Eu sei que estou.

Tenho tenho tenho que arrumar,... Agora não vai dar. Semana que vem eu vejo.
posted by manu 3:30 PM

 
[i gave my heart to a simple chord]

Vamos cruzar os dedos: a manhã foi de entrevista de emprego. Pessoas burocratizadas, outras nem tanto, o Banrisul não é mumificado como eu pensei. Isso porque eles não viram as minhas tatuagens. Enfim, foi bem legal, a Lala até pode usar a bolsa de pelúcia azul dela lá. Fiquei impressionada, wow.
Ontem - Carmela, depois de duas semanas de saudade: dividindo as alegrias, os chás, visitando as lojas de cd e caminhando. Meus fones de ouvido estão cheios de esparadrapo branco, mas me recuso a trocá-los. E choro no abraço quentinho e cheiroso da minha irmã, e vou de cantores: David Gray, Rufus e o Richard Aschcroft. Ainda vou virar bardo, daí prometo nunca mais alisar os cabelos e andar de balanço às 3 e 15 da manhã. Tudo isso se o Samuel cumprir a promessa e correr o risco de ler um livro do Rimbaud. Mal posso esperar.
Pergunta do Felipe, quando o encontrei na rua: "E aí, Manu, já foi assaltada hoje?" - ainda não, Feliposo. Ainda não.
posted by manu 1:51 PM


Monday, July 08, 2002

 
[and maybe some faith will do me good]

Alguém aí pode me explicar o que aconteceu no céu, sexta-feira? Dia 05 de julho será lembrado como o dia em que todos os meus amigos se apaixonaram. Uns pelos outros.
Também eu quis. Acho até que também eu me apaixonei. Mas não era o 05 de julho completo, porque (tão cedo) mais um caiu. Que fosse um músico, que fosse um junkie. Mas não o menino que me faz baixar os olhos para olhar calcanhares.

("whatever, dude,... you kissed the guy").

Repetindo o mantra da Penny Lane: if you never take it seriously, you'll never get hurt. If you never get hurt, you'll always have fun. And if you ever feel sad, just go to a record store... and visit your friends. Isso resume toda a minha programação da tarde: as banquetas do café do Mc nunca pareceram tão aconchegantes, e uma caminhada de gelar as orelhas pelos sebos da Borges se faz necessária.
posted by manu 8:42 AM


Friday, July 05, 2002

 
[i miss alpine valley system too]

Como costuma acontecer com as pessoas saudáveis, a felicidade instaura-se sobre o meu ser de manhã cedo. Litros de cafeína, papos com cobrador de ônibus, agora sentada aqui no meu canto. Queria falar com muitas pessoas, mas meu celular está com a bateria acabandinho e não posso usar o telefone do trabalho. Então, posso contar que roubei uma camiseta da Jô que estava com vontade de usar (lá vem os comentários bittersweet dela!) e umas várias fitas pro walkman (incluindo idiossincrassias musicais, como the corrs, o híbrido mais esquisito de todos, e garbage, que estou só de vozes femininas ultimamente).

O mais legal é que teremos cachorrinha em breve lá em casa (nomes, por favor, sugiram nomes). E que eu vou tomar sopa hoje. E que minha melancolia dura tanto quanto os casamentos da julia roberts.

posted by manu 11:14 AM


Thursday, July 04, 2002

 
[can't you trip like i do?]

It could all be so simple.
posted by manu 5:05 PM

 
[in the flesh]

Que fique instituído a partir de agora: as coisas mais horripilantes do universo são os animais empalhados.
posted by manu 3:00 PM

 
[All my life is on me now, hail the pages turning]

Eu sou uma megera. Além de uma fraude (essa todo mundo já sabe), eu estou virando uma megera. Sei lá, ando mal humorada bagarái (a falta de nicotina TEM que ter alguma coisa a ver com isso), esqueço até de fazer coisas essenciais pra minha vida. Tipo abrir todas as janelas de casa, ouvir Manic Street Preachers e dar água pras plantas. Estou regredindo, voltei a ser uma adolescente viciada em tevê (ugh), resmungona e indo dormir às 9 da noite. Espinhas, eu dispenso.
Ontem o Neco me fez uma pergunta que me deixou injuriada. O menino queria saber quais eram meus cinco personagens de livro favoritos DE TODOS OS TEMPOS.
Acho que nunca vou conseguir responder esta pergunta. Ô Neco, vamos combinar, assim não dá pé.
(mas eu ainda estou fazendo a minha lista mentalmente, trocando as posições dos caras e redescobrindo novos nomes a cada cinco minutos).

wishlist:

- Carona da Jô para entregar a matrícula
- Pegar um cineminha ou um boteco depois (só se tu me deixar tomar coca light, jojoba)
- Ligar pro Samuca para combinar a nossa viagem de amanhã
- Ouvir Chopin antes de dormir. Culpa do Jevago. Sim, eu conheço um cara chamado "Jevago". Com grafia errada e tudo. Bem, nada do que eu possa dizer vai superar isso, vou me retirar.
posted by manu 12:38 PM


Wednesday, July 03, 2002

 
[Intentionally Blank]

Então eu falei com um amigo e ele só me fala das conjunções em saturno na vida dele, lalala. Outra amiga pensou em terminar o namoro por minha causa (complex). Que coisa, todo mundo está se estranhando com a vida. Eu não sei, caras, ainda me perco entre as jaquetas supermegaunidunitê dos alunos, mas estou cansada dessa vida jodie foster.
Preciso dar uma volta pelo centro. Hoje à noite farei isto, acompanhada do Neco. Acertaremos os detalhes da volta do nosso zine, a saudades vai passar.
Ontem eu vi a menina que ainda vê beleza na delicadeza. E eu nem abracei a Jô direito. Mas é que tenho ficado sozinha, sozinha pra caramba: horas e horas em casa desenterrando discos e papéis meio amassados, ouvindo ainda as mesmas músicas que o vizinho de 17 anos e as reprises de Saturday night live.
Saudades de ouvir o Achtung Baby. O meu está na Irlanda, fiz questão que lá estivesse.
Amanhã é dia de ver a Carmela. Aquelas conversas com os olhos, o cotidiano se perdendo no espaço entre nós duas e barrinhas de chocolate não-degustadas.

Porque ninguém aí me avisou que era tão ruim e anti-glamour parar de fumar?

posted by manu 1:12 PM


This page is powered by Blogger. Isn't yours?